• Flickr - Círculo Branco
  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon

© 2018 by TREMA!. 

com DEBORA LAMM 
DIREÇÃO: INEZ VIANA

MATA TEU PAI

(RJ)

26 de maio - 20H  |  27 de maio - 19H > teatro apolo

O monólogo MATA TEU PAI vai além do retrocesso e intolerância: questiona o próprio feminismo, seus valores e interpretações. A ambientação simples, liga passado e presente, mito e realidade, angústias de uma mulher que nem sequer existiu e de mulheres que lutam para existir.

 

Escrito especialmente para Debora pela mineira Grace Passô, vencedora dos prêmios Shell e Cesgranrio em 2016 (por Vaga Carne), o monólogo ainda realiza uma oficina na capital pernambucana para mulheres da terceira idade que estarão em cena com Debora. As escolhidas pertencem ao grupo Barbara Idade, do Sesc Santo Amaro. 

 

A Medeia deste espetáculo é uma personagem perambulando por entre o retrocesso e a intolerância. Na visão da autora, Medéia está em movimento, mas só quer descansar um pouco no meio dos escombros da cidade onde agora está. 

“Encontra mulheres: síria, cubana, paulista, judia, haitiana. Se vê na 

mesma condição de imigrante, por outro viés, evidente, mas sabe que não é dona de sua vida. Algumas se tornam suas cúmplices, outras  algozes. Percorre um caminho interior, onde decide que quem tem que morrer é Ele, que a desprezou e tirou seu direito de ser sua mulher”, diz a diretora Inez Viana.


“Que direitos temos nós? É o que nos pergunta Medéia. Para além de um paralelo sobre o mito, Grace Passô recria a sua feiticeira, não só sobre os dias de hoje, mas também sobre a condição da mulher hoje. Há muitas Medéias com diferentes questionamentos. Mas a todas devemos escutar para que a catarse, através da arte, seja expurgada e então um novo homem, mais justo, possa renascer.”


“Medéia é uma protagonista feminina que desafia o amor romântico: ressignifica o sentimento quando na fuga com o ser amado, o que fará dela uma estrangeira, mata o próprio irmão e mais adiante mata seus próprios filhos com Jasão ao se ver traída por ele. A Medéia de “Mata Teu Pai” leva consigo o discurso e angústias do mundo atual. Dar voz a uma personagem milenar será sempre um desafio”, comenta Debora Lamm.

SINOPSE

Na montagem que celebra seus 20 anos de carreira, Debora Lamm reconta o mito de Medeia, não mais como o ser contraditório e passional que matou os próprios filhos para se vingar do marido, mas como uma mulher inconformada com sua condição atual, cansada de ser silenciada e subjugada por uma sociedade em que os homens têm o poder primário.

FICHA TÉCNICA

 

DRAMATURGIA: Grace Passô 

DIREÇÃO: Inez Viana 

ATUAÇÃO: Debora Lamm 

PARTICIPAÇÃO: Grupo de mulheres do Recife

ILUMINAÇÃO: Nadja Naira e Ana Luzia de Simoni

CENÁRIO: Mina Quental

FIGURINO: Sol Azulay

CARACTERIZAÇÃO: Josef Chasilew

DIREÇÃO MUSICAL: Felipe Storino

DIREÇÃO DE MOVIMENTO: Marcia Rubin

PROGRAMAÇÃO VISUAL: Felipe Braga

FOTO E VÍDEOS DE DIVULGAÇÃO: Elisa Mendes

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Ney Motta

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Inez Viana

PRODUÇÃO EXECUTIVA E ASSIST. DIREÇÃO: Júnior Dantas

REALIZAÇÃO: Eu + Ela produções artísticas ME

Um projeto da Cia OmondÉ 

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos

DURAÇÃO: 50 minutos